Sociedade Alternativa
veja o mundo com seus próprios olhos

De armas, guerras e bombas

resolvi escrer um pouco sobre coisas malignas

hoohohoho

falar sobre algumas armas que eu gosto… eficientes, cruéis e muio loucas!

Napalm

Napalm sendo usado durante a Guerra do Vietnam a partir de um barco patrulha

Napalm sendo usado durante a Guerra do Vietnam a partir de um barco patrulha

Napalm é um conjunto de líquidos inflamáveis à base de Gasolina gelificada, utilizados como armamento militar. O Napalm é na realidade o agente espessante de tais líquidos, que quando misturado com gasolina a transforma num gel pegajoso e incendiário.

//

Origem

O Napalm foi desenvolvido em 1942 durante a Segunda Guerra Mundial nos Estados Unidos por uma equipe de químicos da Universidade de Harvard liderada por Louis Frieser. O nome Napalm deriva do acrônimo dos nomes dos seus componentes originais, sais de Alumínio co-precipitados dos ácidos Nafténico e Palmítico. Estes sais eram adicionados a substâncias inflamáveis para serem gelificadas.

Um dos maiores problemas dos fluidos incendiários (Tais como os usados nos lança-chamas) é que eles salpicam e escorrem muito facilmente devido à sua baixa viscosidade. Nos Estados Unidos descobriu-se que a gasolina sob a forma de gel aumentava o alcance e a eficiência dos lança-chamas. No entanto, no início da Segunda Guerra Mundial, para se obter gasolina gelificada era necessário usar borracha natural, a qual estava, na altura, sob forte procura e com preço elevado. O Napalm veio providenciar uma alternativa mais barata.

O Napalm moderno é composto por Benzeno e Poliestireno, e é conhecido por Napalm-B.

Utilização

O Napalm foi usado em lança-chamas e bombas pelos Estados Unidos e nações aliadas, para aumentar a eficiência dos líquidos inflamáveis. A substância é formulada para queimar a uma taxa específica e aderir aos materiais. O Napalm é misturado com a gasolina em diferentes proporções para alcançar este objectivo.

Diversos lançadores foram desenvolvidos para seu uso, culminando nas armas lança-chamas utilizadas contra os exércitos vietnamitas no final da década de 1960.

Na Segunda Guerra Mundial, a Força aliada bombardeou cidades do Japão com napalm. Foi usada também contra guerrilhas comunistas na Guerra civil Grega, pelas Forças armadas dos Estados Unidos foi usada na Coreia e na Guerra do Vietnam e pelo México em 1960 usada contra guerrilha de Guerrero.

Um outro efeito do napalm em bombas, consiste na desoxigenação do ar envolvente e aumento da concentração de Monóxido de Carbono os quais provocam asfixia . Uma outra utilização do Napalm na Guerra do Vietnam consistiu na abertura de clareiras para a aterrizagem de helicópteros

Proibição

Em 1980, o seu uso foi proibido por uma convenção da Organização das Nações Unidas.

C-4

Preparando o explosivo C-4 militar para detonação

Preparando o explosivo C-4 militar para detonação

C-4 é um explosivo plástico altamente perigoso e de exclusividade das forças militares. Ele é detonado com a agitação elétrica das suas moléculas.Com um poder esmagador, 150 gramas do mesmo são mais do que suficiente para destruir o telhado de uma casa.Foi desenvolvido durante a 2 Guerra Mundial, assim como a Carga Oca ( Tambem conhecida como Granada Impulsionada por Foguete. RPG em inglês).O mesmo é muito poderoso, na época em que foi inventado, o mesmo podia destruir o interior de um tanque e matar a tripulação sem avarias significativas na blindagem exterior do tanque. Durante a Segunda Guerra Mundial, a hexametilenetetramina (HA), um composto comumente empregado em casos de infecções urinárias, serviu como reagente de partida para a preparação de dois explosivos: o RDX e o HMX – ciclometilenotrinitramina e ciclotetrametilentetranitramina, respectivamente.

As siglas são uma apologia acrônima ao seu poder: Royal Demolition eXplosive, RDX, e Her Majesty’s eXplosive, HMX. O HMX é um dos explosivos com a maior velocidade de detonação conhecida: mais de 9 kilômtros por segundo, ou seja, quase 33 mil kilômetros por hora!

Agente laranja

Um helicóptero UH-1D espalhando agente laranja em uma floresta na região do delta do Mekong (1969)

Um helicóptero UH-1D espalhando agente laranja em uma floresta na região do delta do Mekong (1969)

O Agente laranja é uma mistura de dois herbicidas: o 2,4-D e o 2,4,5-T. Foi usado como desfolhante pelo exército americano na Guerra do Vietnã. Ambos os constituintes do Agente Laranja tiveram uso na agricultura, principalmente o 2,4-D vendido até hoje em produtos como o Tordon. Por questões de negligência e pressa para utilização, durante a Guerra do Vietnã, foi produzido com inadequada purificação, apresentando teores elevados de um subproduto cancerígeno da síntese do 2,4,5-T: a dioxina tetraclorodibenzodioxina. Este resíduo não é normalmente encontrado nos produtos comerciais que incluem estes dois ingredientes, mas marcou para sempre o nome do Agente Laranja, cujo uso deixou seqüelas terríveis na população daquele país e nos próprios soldados americanos.

Em 1984, uma ação judicial movida por veteranos de guerra americanos contra as companhias químicas fornecedoras do Agente Laranja resultou em um acordo de 93 milhões de dólares em indenizações aos soldados. Esta ação foi arquivada pela seguinte sentença “Não há base legal para qualquer das alegações sob as leis domésticas de qualquer país, nação ou estado ou sob qualquer forma de lei internacional“.

Gás Mostarda

Gás Mostarda ou iperita é um agente químico (Cl – CH2 – CH2 – S – CH2 – CH2 – Cl), geralmente utilizado por forças policiais e militares. Foi produzido pela primeira vez em 1822, em Inglaterra. Provoca irritação nos olhos e feridas na pele e se for inalado pode matar por asfixia. O gás mostarda é uma substância incolor, líquida, oleosa, muito solúvel em água e muito tóxica.

Na forma impura, o gás mostarda apresenta-se na coloração amarela.

À temperatura ambiente (25°C), pode ser utilizado de maneira perigosa.

Foi muito utilizado na 1ª Guerra Mundial.

Efeitos

  • Cegueira
  • abertura dos poros da pele
  • rompimento dos vasos sanguíneos (veias e artérias)
  • morte dolorosa de 3 a 5 minutos se tiver em contato direto com o mesmo.

Cutelo – meu favorito!

Dois cutelos.

Dois cutelos.

Cutelo é um instrumento de cozinha utilizado, sobretudo, para cortar carne. Usado por exemplo por açougueiros e feirantes, entre outros.

Segundo a Bíblia, o cutelo foi usado por Abraão quando foi oferecer seu filho ao Senhor Deus, embora não o tenha usado no sacrifício (livro de Gênesis no cap. 22 e verc. 6 e 10).

Nenhuma resposta to “De armas, guerras e bombas”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: