Sociedade Alternativa
veja o mundo com seus próprios olhos

BBB

O Brasil se encontra afundado em um ciclo de decadência cultural e intelectual, que se acentua no primeiro trimestre do ano com a ocorrência do Big Brother Brasil. Milhões de consciências petrificadas perante o aparelho de televisão.

Obviamente que todos têm direito à diversão – e como os brasileiros têm sorte com a estagnação na semana de carnaval e o excesso de feriados ao longo do ano -, mas existe também o dever patriótico de se conscientizar acerca das grandes questões nacionais ou simplesmente o compromisso pessoal de evoluir intelectualmente.

Já em Novembro o site Globo.com explorava a propensão dos candidatos perdedores na seleção para o Big Brother Brasil 8 ao ridículo, expondo perfis recheados de fotos de baixíssimo nível. Mas, o que é exatamente um fotografia de baixo nível para uma população acostumada – talvez seja até um traço cultural – com a ‘bundalização’ promovida diariamente pelos meios de comunicação? Os perfis expõem, além do desespero daqueles que pleitearam uma vaga na casa do BBB 8 em tirar a roupa ou mostrar os músculos, uma profunda decadência intelectual em consciências completamente dominadas pelos estereótipos propagados pela emissora patrocinadora, que vende fartamente ilusões que na casa do programa global se encontrará fartamente fama e dinheiro, além, claro, do retrato lastimável da decadência intelectual e moral da sociedade brasileira.

Sem nada de relevante para dizer, milhões de brasileiros se lançam à sorte quando enviam suas fitas para uma avaliação da Rede Globo. Fica evidente, ao examiná-las, que na mente de grande parte daqueles que pleiteiam uma vaga no BBB 8, o tamanho da mini-saia e do biquíni são fatores decisivos para se alcançar o sonho de se tornar alguém famoso. Além das óbvias candidatas às capas de revistas, é possível encontrar também vídeos toscos, sem nenhum sentido aparente, nos quais os concorrentes perdem seu tempo fazendo caretas, malabarismos ou dançando grotescamente. Um grupo minoritário é formado por aqueles que, em lampejos de inteligência, percebem que é preciso passar alguma mensagem ou simplesmente ser original – ao invés de interpretar um personagem. Este tipo de candidato costuma ser subjugado à ditadura global, na qual predomina as modelos sem cérebro e os fortões raivosos prontos para uma boa briga. O Brasil agradece…

Por textos anteriores, o autor tem plena consciência que não se deve criticar a diversão do brasileiro – mesmo tendo dezenas de feriados ao longo de um ano e uma semana de estagnação eufórica no mês de fevereiro. A primeira acusação que recai sobre aquele que o faz é a de ‘intelectualóide’. Sim, tecer críticas ao BBB alça qualquer indivíduo à condição de intelectual, porque o programa global simboliza justamente as culturas de massa que impregnam a consciência da população brasileira com valores e conceitos distorcidos que a distancia de um comportamento de correção e de uma evolução intelectual mais substancial. A idéia vendida de fama e riqueza em um curto período de tempo leva aos jovens a percepção que o trabalho não é tão importante na medida em que há alternativas mais rápidas de conseguir fortuna e reconhecimento. E assim os brasileiros, ano a ano, rastejam na lama midiática fabricante de consciências vazias, que não abrem mão do ‘conforto’ da alienação porque as mudanças exigem um longo caminho a ser percorrido.

Nenhuma resposta to “BBB”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: