Sociedade Alternativa
veja o mundo com seus próprios olhos

O que é ser punk??

já postei sobre esse assunto antes e volto a tratálo.

Você pode ser um punk sem se dizer punk, pois o punk está no seu jeito de pensar.

Pensamento Punk

O primeiro pensamento punk começou com o faça-você-mesmo, que seria a prática de fabricar ou reparar uma coisa por conta própria em vez de comprar ou pagar por um trabalho profissional, e talvez, essa seja uma pequena influêcia das roupas rasgadas ou mal costuradas que estão presentes no estilo de vestimenta dos punks, porém esse pensamento nâo é o principal, e até mesmo não é mais usado por todos os punks.

Os punks tem um pensamento, que de certa forma, sem esse pensamento seria difícil ser um punk, que é não ligar para o que os outros pensam.
Fazemos o que queremos sem nos importar se alguém está achando errado, feio ou imoral.

O estilo (não é moda, é estilo!), vem junto com outro pensamento, que é ser diferente. Os punks não querem ser diferentes para aparecer, somos diferentes por um motivo, não aceitamos ser “mais um” que segue as normas impostas pela sociedade, por isso as roupas rasgadas, o moicano, etc. O estilo punk, mostra que não somos o que querem que sejamos, nós somos o que queremos ser, nos vestimos como gostamos, e não como os outros gostam. Esse é o jeito que muitos punks gostam de se vestir, mas ninguém preciza gostar ou usar esse estilo para ser punk, se você não gosta de “se vestir como punk”, não é por isso que você não é punk. Você pode usar a roupa que quiser, pois ser punk está na atitude e no modo de pensar. Se aparecer alguém de coturno, moicano, etc, dizendo que é punk e que você não é punk pois não se veste como tal, então pode ter certeza, se ele se preocupa com como VOCÊ se veste, então ELE é que não é um verdadeiro punk.

Punks criticam o governo, a educação (que na minha opinião apenas fazem idiotas para a sociedade de acordo com o que o sistema quer, pois em extremamente poucos países a educação é realmente boa), os políticos, os impostos, pobreza, desemprego, entre outros problemas. Isso é o que da origem a apreciação da anarquia.

Anarquia

O anarquista imagina uma sociedade na qual as relações mútuas seriam regidas não por leis ou por autoridades auto-impostas ou eleitas, mas por mútua concordância de todos os seus interesses e pela soma de usos e costumes sociais – não mobilizados por leis, pela rotina ou por supertições – mas em contínuo desenvolvimento, sofrendo reajustes para que pudessem satisfazer as exigências sempre crescentes de uma vida livre, estimulada pelos progressos da ciência, por novos inventos e pela evolução ininterrupta de ideias cada vez mais elevados. Não haveria, portanto, autoridades para governá-la. Nenhum homem governaria outro homem

Anarquia é um sistema onde ninguém precisa obedecer ninguém, um sistema onde todo mundo é livre para fazer aquilo que quiser, sem censura, sem regras… Se um dia o mundo deixar de ser capitalista e passar a ser anarquista, não haverá pobreza e nem riqueza, não haverá gente passando fome, não haverá exploração, e ninguém seria obrigado a fazer aquilo que não quer, tendo liberdade de fazer o que quiser, desde que não prejudique os outros, pois cada um deve ter o direito de fazer aquilo que tiver vontade, ninguém deve impedir ninguém de fazer o que gosta, a não ser que esteja prejudicando outras pessoas. As pessoas estão sempre servindo de marionete do governo, que dita as regras, e todos são obrigados a seguir. Isso é errado!! Devemos mudar esse sistema, antes que o governo nos domine ainda mais. Não é justo que uns tem de tudo enquanto outros não tem porra nenhuma! Não é justo que os ricos estão no poder, e que os pobres sejam obrigados a fazer o que os ricos querem. Tem políticos aí (todos) que não fazem porra nenhuma e ganham uma grana do caralho! Enquanto tem muitos trabalhadores aí que se fodem trabalhando e não ganham quase nada. Não adianta ficar parado, temos que agir, temos que lutar, protestar, contrariar, desobedecer, expor nossas idéias… Se todo mundo lutar, o mundo melhorará, o capitalismo acabará, a hierarquia acabará, a pobreza acabará, a exploração acabará, as leis acabarão, e ninguém mais seria marionete de ninguém, todo mundo seria igual hierarquicamente, e a anarquia prevalecerá. Então, Anarquia é isso aí, um mundo melhor para todos, liberdade, igualdade… “Obedecer o sistema, é se tornar marionete do governo. Não seja uma marionete, DESOBEDEÇA!!!”

Anarquia é caos?

Anarquismo é geralmente identificado como caos ou “bagunça” por ser uma doutrina política que defende a abolição de qualquer tipo de governo formal, mas na verdade, não é bem isso: etimologicamente esta palavra é formada pelo sufixo archon, que em grego significa governante, e an, que significa sem. Ou seja, anarquismo significa ao pé da letra “semgovernante”. A principal idéia que rege o anarquismo é de que o governo é totalmente desnecessário, violento e nocivo, tendo em vista que toda a população pode voluntariamente se organizar e sobreviver em paz e harmonia.

A proposta dos anarquistas é contraditória ao sistema capitalista, mas não deve ser confundida com o individualismo, pois está fundamentada na cooperação e aceitação da realidade por parte da comunidade. De acordo com os principais pensadores anarquistas, o homem é um ser que por natureza é capaz de viver em paz.

Atitude, liberdade, igualdade, conciência e respeito. Anti-machismo, anti-homofobia, anti-nazismo, amor livre, anti-lideranças, liberdade individual e autodidatismo,isso tudo é o que se faz, e o que se pede na Anarquia.

A única coisa que faz a anarquia não da certo, são as pessoas que tem em mente o poder individual. Todos os pensamentos que fariam a anarquia não dar certo, acabariam se nós começarmos uma anarquia, e nas próximas geraçÕes fizermos com que todos percebam que a anarquia faz com que TODOS sejam felizes, e para aquele que pensar o contrário, mostrar que no passado (hoje) havia miséria, tristeza, desigualdade e desrespeito, e por isso todos vivem iguais sem prejudicar ningém.

Mas parece que o “povo” não quer isso, pois se ninguém fizesse nada que prejudica outras pessoas todos viveriam em paz. A anarquia só não funciona com as pessoas que não pensam nas outras.

Exemplo: Eu estou bem, então se ele não está não é culpa minha.

Mas é sim! Pois se houvesse anarquia, ninguém estaria pior que ninguém.

A Anarquia depende da conciência e vontade de TODOS! Se TODOS quiserem que TODOS sejam felizes, a anarquia vai funcionar!

Bem… Então o que é ser punk?
Ser punk não é sair por aí cheio de alfinetes na cara, com cabelos coloridos, roupa rasgada, fazendo vandalismo e batendo nas pessoas. Mas infelizmente é essa imagem que a televisão passa como sendo o punk. É o seguinte, para ser punk não precisa se encher de correntes, piercings, etc. Apesar de esse ser o visual que nós punks mais curtimos e que caracteriza o punk. O punk é aquele que faz o que realmente der vontade, aquele que se veste do jeito que tem vontade, sem ligar para o que os outros pensam, nem para modismos. Se você liga para o que os outros pensam sobre o que você usa, você não é punk. Mas se você não está nem aí para o que os outros dizem sobre o que você usa, aí sim você é um punk de verdade. Um punk de verdade não muda por causa de críticas, ele é aquilo que der vontade de ser, sem se preocupar se os outros acham ridículo, estranho, etc. Geralmente os punks preferem o visual mais doido e mais diferente do normal, mas isso não significa que alguém que se veste normal não pode ser punk, se um punk realmente prefere um visual normal, ele deve se vestir normal, e não se encher de correntes, piercings, etc. só para dizer que é punk. Um verdadeiro punk não liga nem para o que os outros punks pensam sobre ele. Quanto à imagem de violentos, que a televisão caracteriza como sendo o punk, os punks só usam a violência quando é necessário, contra o governo, contra a polícia. Nós queremos viver em harmonia, sem violência, mas às vezes é necessário usar a violência para lutar pela paz e pela harmonia. Os punks não saem nas ruas para arranjar confusão e nem para fazer vandalismo, eles saem para protestar contra o governo, eles lutam pelo povo., contra as injustiças impostas pelo governo. Então é isso aí, ser punk é ser o que der vontade de ser, fazer o que der vontade de fazer, lutar contra o que achamos errado, e acima de tudo, ser anarquista por natureza.

Você pode ver pessoas com coturnos e moicanos que não sabem o que é PUNK de verdade… e um verdadeiro punk, de terno e gravata. “by Mao, Garotos Podres”

About these ads

Nenhuma resposta to “O que é ser punk??”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: